Educação

Caminho da Escola vai entregar 6,2 mil novos ônibus para estados e municípios

O Ministério da Educação (MEC) viabilizou a compra de 6,2 mil novos ônibus escolares, por meio do programa Caminho da Escola, favorecendo estados, municípios e o Distrito Federal com os veículos na renovação das frotas.

A brasiliense Maryane Mesquita, de 9 anos, está entre os quase 5 milhões de estudantes brasileiros beneficiados pelo programa, cujo objetivo é garantir o conforto e a segurança no translado de casa para a escola em todo o Brasil. "A Mary utiliza o transporte escolar há três anos para ir à escola rural de São Sebastião. O ônibus é muito bem conservado e seguro. Tem monitora para cuidar das crianças e o motorista é super responsável. Isso é bom para ela, e traz uma tranquilidade para a gente que é mãe", afirma Jô Mesquita, mãe da Maryane.

As aquisições incluem um novo modelo de veículo que irá atender áreas de difícil acesso e com vias mais castigadas, uma iniciativa inédita no governo federal. Para isso, os ônibus possuem tração nas quatro rodas e são menores, garantindo o transporte de 13 estudantes sentados.

Segundo a presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Karine Santos, o novo modelo de ônibus atende uma necessidade exposta pelos municípios. “Estamos atentos às demandas. Por isso, o Caminho da Escola disponibiliza pela primeira vez esse micro-ônibus escolar”, explica a presidente.

Além do modelo “jipe”, estão disponíveis para aquisição outros seis modelos de ônibus, tanto para as áreas rurais quanto urbanas. Os dois tipos que atenderão as áreas urbanas permitirão a viagem de 21 e 29 alunos sentados. Os modelos rurais possuem capacidade para 29, 44 e 59 estudantes sentados.

Melhorias

Entre as melhorias dos ônibus para 2020 estão a porta de lâmina única, que possui vedação total para entrada de pó e água, o que permite o tráfego em estradas rurais de difícil acesso. Os modelos também terão um sistema aperfeiçoado de isolamento térmico do motor, o que proporciona a diminuição do calor no interior do veículo.

Todos os veículos são equipados com dispositivos de acessibilidade e seguem padrões de qualidade e segurança estipulados pelo FNDE, em parceria com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Aquisições

Estados, Distrito Federal e municípios poderão adquirir os veículos por meio de atas de compras disponíveis no Sistema de Gerenciamento de Atas de Registro de Preços (Sigarp) do FNDE. Com o modelo de compra compartilhada, a economia na compra dos veículos pode chegar a quase 40% do valor de mercado.

Caminho da Escola

Desde 2007, o programa tem o objetivo de renovar a frota de veículos escolares no Brasil e garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes. Os veículos podem ser adquiridos pelos estados e municípios por meio de assistência financeira do FNDE, recursos próprios e por linha de crédito a ser disponibilizada por agente financeiro.

Hoje, a necessidade de frota para atender a demanda de estudantes, tanto de áreas rurais quanto urbanas, gira em torno de 104 mil veículos com capacidade média para 31 passageiros. Além dos ônibus e micro-ônibus, também são utilizados cerca de 670 lanchas escolares desenvolvidas e construídas em parceria com a Marinha do Brasil, e quase 6,5 mil bicicletas e capacetes escolares.

Estudos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação concluíram que o fornecimento de bicicletas aos estudantes pode atenuar o esforço daqueles que precisam percorrer pequenas e médias distâncias para chegar à escola ou aos pontos dos barcos e dos ônibus escolares.

Mais em Educação